sexta-feira, 3 de abril de 2020

última emissão inês meneses



Uma vez na ZDB, acho que em Abril se não estou em erro, esbarrou com a janela uma andorinha. Estava com uma amiga (https://instagram.com/ines.aramar, estás aí?) e, ali perto de nós, a Inês Maria Meneses. Eu e a pessoa com quem estava ficámos com pena do bicho assustado, tentámos pedir uma caixa, perceber o que fazer. A Inês Meneses percebeu a nossa movimentação e disse-nos uma frase muito precisa sobre a andorinha e a primavera. Terá sido que por morrer uma andorinha, talvez acabe a primavera ou que afinal hoje já não morre nem uma andorinha, nem a primavera... Não me recordo, mas qualquer uma delas, hoje, me parece apropriada.