quarta-feira, 24 de outubro de 2018

e mesmo assim vê-se o céu

O teu coração está no fundo do poço
não te atrevas
a tirar o coração das trevas.

em Tsurezuregusa, de Nuno Azevedo