quarta-feira, 10 de outubro de 2018

adenda



Já estou como o Rob, em High Fidelity, que diz que nos tornamos miseráveis porque crescemos com esta cultura de que o amor é um estado supremo de "felicidade & outros" que ultrapassam os limites do cosmos. Eu própria caio nessa armadilha. Só que não. Já chega.

Eu quero é ir a Lanzarote. É só isso.


*é um elefante.