terça-feira, 18 de julho de 2017

a passagem

As minhas mãos suam, e o meu cabelo comprido e estragado não será o meu último sacrilégio.